Notícias

O rádio como instrumento da democracia na EMEF Solano Trindade

Criado há alguns meses, o programa SOMTRIN ajudou a dar voz a alunos, professores e comunidade

Publicado em: 13/10/2016 14h23 | Atualizado em: 30/11/2020

o_radio_como_instrumento_da_democracia_na_EMEF_solano_trindade_740_x_430.jpg

  No número 60 da Rua Gabriel de Carvalho, bairro Jardim Boa Vista, fica a Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Solano Trindade, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Butantã. Ali, há sete meses, os alunos e professores engajam-se num projeto que acabou mudando a escola.

Em todas as quartas, eles apresentam na Rádio Escola Cidadã o programa SOMTRIN. Através de quadros comandados por professores da EMEF, como “Café Poético” e “Diálogo com as famílias”, eles reproduzem músicas nacionais e internacionais, divulgam os artistas do bairro, falam sobre o cotidiano da escola, os problemas na comunidade e conversam com os pais dos alunos.

A coordenadora pedagógica Simone Aguiar explica que a inciiativa nasceu dos próprios alunos: “Há alguns anos uma turma de nono ano, que logo deixaria a escola, reclamou que a nossa estrutura não era democrática, que os alunos não tinham voz aqui dentro. E isso foi um susto, pois nós sempre tivemos a democracia como um objetivo, um ideal, aqui dentro da escola”, relata Simone. A partir daí, conta ela, começou-se a buscar o desenvolvimento da democracia que já existia ali dentro. “Foi assim que incentivamos os alunos a criar o grêmio, que hoje tem uma sala ao lado do pátio e dali transmite, durante todos os intervalos, pelo sistema interno de som, a sua própria programação”, diz a professora.

Depois disso, veio o programa de rádio. “Os alunos pediram por voz, não é? Que maneira há melhor do que essa de lhes dar isso? Hoje os estudantes de todas as idades – do primeiro ao nono ano – podem vir até nós e participar dos programas. Uns gostam de recitar parlendas, poemas ou trava-línguas. Outros preferem realizar as funções técnicas, ou simplesmente mandam suas criações para que sejam divulgadas na rádio. Nós gravamos tudo no laboratório de informática e depois editamos o material num software especializado”, explica Simone. “Assim, a rádio é uma forma de democratizar a escola, de torná-la mais horizontal, mas também funciona como um instrumento de incentivo à criação e a imaginação entre nossos alunos”, completa.

O Programa SOMTRIN é transmitido todas as quartas-feiras às 14h, pela Rádio Escola Cidadã, na frequência de 87,5 Megahertz. Ele também pode ser ouvido pela internet por meio do site da emissora, www.radio.teiacidada.com.br/radio-escola-cidada

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

SAEL 50 Anos

SME celebra os 50 anos das Salas de Leitura nas escolas municipais

Publicado em: 29/11/2022 6h44 - em Secretaria Municipal de Educação

Estudantes surdos fazem filmagens utilizando câmera filmadora - Cinema

Alunos surdos da EMEF Candida Dora Pino Pretini produzem curta-metragem

Publicado em: 29/11/2022 4h41 - em Secretaria Municipal de Educação

Banner do Festival De Mancala

SME promove festival de jogo de origem africana que reúne mais de mil estudantes e educadores

Publicado em: 29/11/2022 3h00 - em Secretaria Municipal de Educação

Mulheres na sala de aula de Confeitaria. Elas estão de frente para mesa coletiva e manuseiam uma massa em forminhas. Também usam máscara de proteção individual, avental e touca.

Inscrições abertas para as turmas de 2023 dos cursos gratuitos profissionalizantes dos CMCTs

Publicado em: 28/11/2022 11h50 - em Secretaria Municipal de Educação

Cowparede - fotografia de esculturas de vacas pintadas por artistas

CEU Paraisópolis recebe exposição CowParade

Publicado em: 25/11/2022 1h01 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.299