Notícias

Movimento Maio Amarelo leva estudantes ao Museu do Transporte Público

Atividade contou com ação experimental “Andar de Ônibus em São Paulo”, realizada em parceria com a SPTrans

Publicado em: 02/06/2017 16h28 | Atualizado em: 30/11/2020

museu transporte grd.jpg

Na última semana do Movimento “Maio Amarelo, atenção pela vida”, alunos de três escolas municipais da cidade de São Paulo fizeram visitas monitoradas ao Museu do Transporte Público Gaetano Ferolla. O passeio proporcionou uma viagem no tempo sobre os meios de transportes urbanos usados no Brasil, e principalmente em São Paulo, desde o século XVII até os dias atuais.

A monitoria iniciou antes dos estudantes saírem da unidade educacional, com uma ação experimental da Secretaria Municipal de Educação, em parceria com a SPTrans, chamada “Andar de Ônibus em São Paulo”. Os alunos foram convidados a observarem o ônibus de transporte público que os levaram até o museu e perceberem quais são as informações visuais que constam na parte externa e interna do veículo. Durante o trajeto até o museu, foram realizadas conversas sobre práticas de trânsito seguro.

Participaram da ação os estudantes dos 5ºs anos das Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEF) Professor Martin Francisco Ribeiro de Andrada (DRE Jaçanã), da Doutor José Kauffmann (DRE Pirituba) e da Assad Abdala (DRE Penha). Eles puderam conhecer relíquias, como o primeiro bonde a circular no Brasil – no Rio de Janeiro, em 1859, e em São Paulo, em 1872 – até o primeiro trólebus de fabricação nacional, produzido em 1960.

Os estudantes também tiveram contato com um bonde que era movido à tração animal e um dos primeiros exemplares movidos à energia, além de um trólebus com aquecedores de banco para os dias frios. Na área externa, puderam conhecer um jardim com bancos e luminárias típicos da década de 20 e um bonde cuja função era espalhar areia nos trilhos para evitar derrapagens dos veículos que carregavam passageiros.

Museu do Transporte Público Gaetano Ferolla Museu – fundado por iniciativa do ex- funcionário da Companhia Municipal de Transportes Coletivos (CMTC), Gaetano Ferolla, foi enriquecido por doações de colecionadores e instituições. Inaugurado em 1985, atualmente é mantido e administrado pela SPTrans.

Notícias Mais Recentes

1 2 3 1.459