Notícias

Mostra de Cinema na EMEF Hipólito José da Costa inicia nesta quinta-feira (2)

Produções audiovisuais foram realizadas pelos estudantes; filmes têm temáticas e experimentações de edição variadas

Publicado em: 02/05/2024 13h10 | Atualizado em: 02/05/2024
fotografia mostra Estudantes Participando de Mostra De Cinema na escola

Na quinta-feira (2) e nos dias 8 e 9 de maio, a EMEF Hipólito José da Costa promoverá sua 2ª Mostra de Cinema com filmes produzidos pelos estudantes entre 2021 e 2023. As produções audiovisuais exploram diversas temáticas e incluem documentários, animações, ficções de contos fantásticos e de suspense, além de nanometragens com experimentações de até 30 segundos.

Com um total de 12 filmes, totalizando 51 minutos de exibição, a mostra oferece um mergulho no universo criativo e reflexivo dos estudantes. Além de produções feitas por participantes do Projeto Mosaico de Cinema e Teatro, há filmes produzidos por estudantes do 9º ano para o Trabalho Colaborativo de Autoria (TCA) e outros elaborados em propostas de professores de outras disciplinas regulares.

O trabalho com produção em vídeo foi iniciado mais amplamente na EMEF em 2010 a partir das aulas do projeto de audiovisual encabeçado pelo professor de Artes, Rodrigo Pignatari. De lá pra cá o projeto foi tomando novas formas e atualmente envolve também os conhecimentos de teatro. Produções feitas pelos estudantes nesse período já participaram e concorreram em mostras de outras instituições. 

Após uma pausa devido à pandemia de covid-19, a mostra retorna com produções como documentários que abordam questões contemporâneas, nanometragens com experimentações curtas, de até 30 segundos, adaptações de contos com clima noir/suspense e obras de ficção e fantasia inspiradas nos imaginários e nas ameaças ao meio ambiente, além das animações, que já se tornaram uma marca registrada da escola.

As sessões são adaptadas para diferentes turmas e turnos, proporcionando uma experiência enriquecedora para os ciclos de alfabetização, interdisciplinar e autoral. O professor Rodrigo Pignatari, idealizador do projeto, ressalta a importância da diversidade de produções apresentadas na mostra. “O legal dessa é que tem muito material produzido por estudantes que não são do projeto, e também feitos com outros professores que criaram e coordenaram criações audiovisuais”, destaca Pignatari.

Notícias Mais Recentes

1 2 3 1.460