Notícias

Gestão democrática e compartilhada nas escolas

Importância da comunidade escolar na reformulação dos Regimentos Educacionais

Publicado em: 02/06/2016 16h17 | Atualizado em: 04/12/2020
reformulacao_740_x_430.jpg

No último dia 13 de outubro a DRE Pirituba/Perus organizou no anfiteatro do CEU Vila Atlântica o evento “Importância da comunidade escolar na reformulação dos Regimentos Educacionais” que contou a com a participação da Profª Doutora em Educação Angela Antunes do Instituto Paulo Freire (IPF).

O evento teve por objetivo dar continuidade às atividades de discussão e aprofundamento teórico-prático sobre a construção de um Regimento Educacional no sentido de contribuir para o enfretamento das grandes questões do dia-a-dia em nossas escolas.

Com a participação de centenas de pessoas entre pais, alunos, professores e gestores a palestra subsidiou os debates sobre a necessidade de se aprofundar a gestão democrática e compartilhada nas escolas.

Segundo a professora “Uma escola democrática não é apenas aquela que possui um Conselho de Escola. A democracia precisa ser vivida na sala de aula, na sala dos professores, no refeitório, no recreio, na relação com a comunidade, na sala da direção, na reunião de pais, na reunião do Conselho de Classe, no currículo, no projeto político-pedagógico…”. Nessa perspectiva, a discussão sobre a reformulação do Regimento é uma boa oportunidade para isso.

Além da palestra, foram apresentadas, a convite da DRE, três experiências envolvendo a participação da comunidade escolar na gestão democrática:

    ·a diretora Irene da EMEF Victor Civita apresentou iniciativa para estimular a participação dos alunos nas decisões da escola por meio das “Assembleias Estudantis”.

    ·A EMEF Aníbal Freire trouxe, sob coordenação da professora Graça, os membros da diretoria do Grêmio Estudantil para apresentar sua forma de atuação e apresentar como se dá o convívio com a direção da escola.

    ·a professora Karina Laine, da EMEF Padre Leonel Franca apresentou o trabalho de protagonismo juvenil realizado junto aos alunos do Projeto Educom.

No final, foi aberta a palavra para o público e as intervenções apontaram para a necessidade de efetiva participação da comunidade escolar na elaboração do Regimento Educacional e na tomada de decisões na escola .

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Fotografia da fachada do CEU Paraisópolis, onde mostra um prédio redondo e outro retangular na lateral, com faixas coloridas na frente.

CEU Paraisópolis promove evento com atividades gratuitas para toda a família

Publicado em: 23/11/2022 2h42 - em Secretaria Municipal de Educação

Estudante de Educação de Jovens e Adultos Eja

Escolas municipais de SP recebem matrículas de estudantes da EJA para 2023

Publicado em: 21/11/2022 5h10 - em Secretaria Municipal de Educação

Fragmento da capa das Orientações Curriculares Povos Afro Brasileiros
Arte com duas meninas negras em frente a uma estampa étnica, na parte superior o texto
Fotografia de três crianças negras. Dois meninos e uma menina, todos olham para a lente da câmera fotográfica.

CEUs promovem concursos para celebrar o Dia da Consciência Negra

Publicado em: 18/11/2022 5h43 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 1.298