Notícias

Escolas municipais são premiadas por projetos de educação em Direitos Humanos e Cidadania

Aproximadamente 400 estudantes e educadores de 16 escolas municipais prestigiaram a premiação; foram distribuídos R$ 50 mil em prêmios

Publicado em: 01/11/2019 17h28 | Atualizado em: 06/08/2021
 Uma grande tela do Auditório do Ibirapuera - Oscar Niemeyer apresenta no fundo do palco, um logotipo com a escrita: 7º Prêmio Educação em Direitos Humanos 2019, tendo em volta mãos coloridas ilustrando o logotipo. Logo abaixo da tela, mais de 100 estudantes e educadores das Unidades Escolares se encontram juntos, no centro do palco, posando para fotos ao final da cerimônia.

 

Na última quinta-feira (31) o Auditório do Ibirapuera recebeu aproximadamente 400 estudantes e educadores de 16 Unidades Escolares finalistas na 7ª edição do Prêmio Municipal de Educação em Direitos Humanos, realizado pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania em parceria com a Secretaria Municipal de Educação.

O início do evento contou com a apresentação do curta-metragem “O Presente”, vencedor de vários prêmios, baseado e adaptado pelo animador Jacob Frey de uma pequena História em Quadrinhos de Fábio Coala, que conta a vida de um garoto que não larga os vídeos-games, mas recebe como presente um cachorrinho que não tem uma perna.

O objetivo do prêmio é incentivar e promover a educação em direitos humanos na rede municipal de ensino, valorizando e divulgando projetos em direitos humanos e cidadania nas escolas.

O prêmio foi concedido nas seguintes categorias: Unidades Educacionais, Professores, Estudantes e Grêmios Estudantis.

Para selecionar os vencedores, a comissão julgadora, formada por especialistas em direitos humanos, teve como critérios: o impacto e a relevância social; criatividade; originalidade; coerência entre os objetivos e resultados e a pertinência da ação desenvolvida em relação ao público alvo, entre outros fatores.

A premiação consiste na concessão de certificado de premiado, no convite à apresentação do trabalho em eventos promovidos pelas Secretarias envolvidas, na publicação do trabalho em livro de Relatos de Experiência e na remuneração de acordo com a categoria. Todos os premiados ganharam um troféu simbólico e os três primeiros colocados de cada categoria receberam quantias em dinheiro que variam entre R$ 1.500 e R$ 5.000. O valor total de premiação aos projetos selecionados neste Concurso foi R$ 50 mil.

O final do evento contou com a apresentação cultural do grupo Slam Altino – Ninguém cala o nosso grito, formado por estudantes da Escola Municipal Ensino Fundamental (EMEF) Altino Arantes, da Diretoria Regional de Educação Ipiranga.

O evento foi transmitido ao vivo, via facebook, assista clicando no link.

Confira abaixo a lista dos premiados por categorias:

 

UNIDADES EDUCACIONAIS

 

1º Colocado

Nome do Projeto: Retirando as grades da EMEF Brasil-Japão

Nome da Escola: EMEF Brasil Japão

Autor: Rafael Ferreira Silva

 

2º Colocado

Nome do Projeto: Territórios brincantes: revelando as múltiplas formas de ser criança no extremo sul – vivências com a infância Guarani

Nome da Escola: EMEI Prof. José La Torre

Autor: Keila Cristina Rocha Carvalho

 

3º Colocado

Nome do Projeto: Modos de Conhecer e Conviver no Mundo: Eu, Eles, Elas e Nós

Nome da Escola: EMEI Nelson Mandela

Autora: Marina Basques Masella

 

Menção honrosa

Nome do Projeto: Roda no território – vamos aprender a pedalar

Nome da Escola: EMEI Dona Ana Rosa de Araújo

Autora: Cristiane Teixeira Magen

 

PROFESSOR

 

1º Colocado

Nome do Projeto: A quadra de futebol é de quem quiser!

Nome da Escola: EMEI Afonso Sardinha

Autora: Aparecida Sueli Santos Gramacho Costa

 

2º Colocado

Nome do Projeto: Não somos donos da teia da vida – culturas indígenas

Nome da Escola: EMEF Professor Aroldo de Azevedo

Autora: Valéria Andrade Silva

 

3º Colocado

Nome do Projeto: Diversidade Sexual e de Gênero

Nome da Escola: EMEF Rodrigues Alves

Autor: Eduardo Cesar Silveira

 

Menção honrosa

Nome do Projeto: Coletivo Feminista Estudantil: Diálogo para igualdade de gênero na escola

Nome da Escola: EMEF Sebastião Francisco

Autora: Débora Regina Casmasmie de Campos

 

ESTUDANTES

 

 1º Colocado

Nome do Projeto: Peça Teatral sobre suicídio: “Será que Elas Vão Aguentar?”

Nome da Escola: CEU EMEF Maria Aparecida de Souza Campos – CEU Formosa

Autora: Gabrielle Crystal Maldonado Ferreira

 

2º Colocado

Nome do Projeto: Aluno Monitor/Modelagem 3D

Nome da Escola: EMEF Amadeu Amaral

Autor: Caio Marques Fernandes

 

3º Colocado

Nome do Projeto: Adolescentes Depressivos: Não tenha medo da conversa

Nome da Escola: EMEF Florestan Fernandes

Autores: Pamela Petrucci; Gabriela Silva; Gustavo Cruz; Kaique Lima; Vitor Souza

 

Menção honrosa

Nome do Projeto: Papo Reto

Nome da Escola: EMEF Professor Almeia Júnior

Autora: Maria Conceição dos Santos

 

GRÊMIO ESTUDANTIL

 

1º Colocado

Nome do Projeto: Você não está sozinho(a): prevenção ao suicídio no D’Alkimin

Nome da Escola: EMEF Profa. Maria Antonieta D’Alkimin Basto

Autora: Crislaine do Nascimento Ferreira

 

2º Colocado

Nome do Projeto: Grêmio Estudantil e Mediação de Conflitos

Nome da Escola: EMEF Padre Antônio Vieira

Autor: Jair Francisco de Oliveira

 

3º Colocado

Nome do Projeto: Grêmio Estudantil: PPP e Grêmio Estudantil, uma realidade humanizadora

Nome da Escola: EMEF Firmino Tibúrcio da Costa

Autora: Paula Gardenis Lucena

 

Menção honrosa

Nome do Projeto: O Grêmio Estudantil e a valorização dos espaços escolares – educação para o desenvolvimento sustentável

Nome da Escola: EMEF Constelação do Índio

Autor: Claudemir Mazucheli

 

Clique e confira as fotos do evento.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Fotografia de uma estudante negra, ela está concentrada escrevendo no livro sobre sua mesa.

Está aberto período de inscrição para estudantes do Ensino Fundamental e Médio

Publicado em: 05/12/2022 12h43 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de estudantes correndo em aralimpíada

Estudantes da Rede Municipal são destaque nas Paralímpiadas Escolares 2022

Publicado em: 05/12/2022 12h06 - em Secretaria Municipal de Educação

EMEF cria escape room sobre mitologia grega para estimular o raciocínio lógico dos estudantes

EMEF cria escape room sobre mitologia grega para estimular o raciocínio lógico dos estudantes

Publicado em: 02/12/2022 1h47 - em Secretaria Municipal de Educação

foto ilustrativa de estágio

Prática de estágio em escola municipal é reconhecida pela Prefeitura de São Paulo

Publicado em: 02/12/2022 12h18 - em Diretoria Regional de Educação São Mateus

Educador Em Destaque

SME homenageia e premia professores da Rede Municipal no Educador em Destaque 2022

Publicado em: 01/12/2022 4h25 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.301