Notícias

EMEI Ana Rosa e Biblioteca Municipal Raul Bopp desenvolvem projeto “Trilhas Literárias”

Ação tem entre seus objetivos fortalecer o processo de letramento por meio da literatura infantojuvenil relacionada às questões ambientais, aproximar crianças e famílias à ocupação da biblioteca e fortalecer a construção dos territórios educativos

Publicado em: 12/12/2022 16h43 | Atualizado em: 13/12/2022
Mediação de leitura realizada pela bibliotecária Charlene.

Hora de ouvir histórias na Biblioteca Municipal Raul Boop.

A Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Dª. Ana Rosa de Araújo em parceria com a Biblioteca Municipal Raul Bopp desenvolve o projeto “Trilhas Literárias: ninguém é pequeno demais para fazer a diferença” cujos objetivos são aproximar crianças e familiares à ocupação, uso e pertencimento da biblioteca, fortalecer os processos de letramento e de construção de território educativos.

O projeto acontece em duas frentes: as crianças da EMEI vão caminhando pelo bairro até a biblioteca, cada criança recebe um cadastro de sócio para realizar o empréstimo de 1 livro a cada 15 dias, e a equipe da biblioteca realiza uma mediação de leitura, roda de conversa e atividade lúdica sobre o tema proposto.  A equipe da biblioteca também vai até a escola realizar algumas ações como recolher os livros emprestados, levar outros para serem escolhidos e dialogar sobre as obras. 

Fotografia de crianças pequenas sentadas em puffs coloridos olhando para um livro que uma mulher adulta segura em suas mães. Na capa do livro se lê "A Garrafa". Ao fundo, uma estante branca com livros e uma televisão ao centro.

A bibliotecária Charlene em uma atividade sobre sustentabilidade na EMEI.

A ação acontecia desde 2019, porém em 2021 o projeto precisou ser ressignificado por conta da pandemia de Covid-19, que afastou as pessoas da convivência em espaços públicos. Também foi necessário que as crianças pequenas se adaptassem novamente a frequentar e conviver em locais coletivos. 

Para a coordenadora pedagógica, Cristiane Teixeira Magen, o novo formato do projeto “considerou alguns pontos das duas instituições devido a pandemia: na biblioteca uma queda muito grande de ocupação e dos empréstimos, e na escola uma série de questões pela falta de interação no território e mesmo interação comunicativa entre as crianças”.

“Então o ato de caminhar e reconhecer-se novamente pertencente a um espaço social, todo o trabalho de letramento e foco na questão ambiental é muito importante para nós. E todo trabalho educativo feito na biblioteca pela Charlene está focado no aspecto ambiental ”, completou Cristiane. 

O projeto ficou entre os finalistas do Premia Sampa na categoria “Iniciativas Locais”. O Premia Sampa tem como objetivo reconhecer e premiar servidores e servidoras municipais que fortaleçam a inovação na Prefeitura de São Paulo e é promovido pelas Secretarias Municipais de Gestão e Inovação e Tecnologia.

A trilha literária

Crianças caminhando pelo bairro da Vila Mariana em direção a Biblioteca Raul Boop, no Parque da Aclimação.

As crianças observam atentas o que acontece em seus trajeto da escola até a biblioteca.

Em abril de 2022, quando algumas turmas visitaram a Raul Bopp, os pequenos saíram a pé da escola e foram observando a cidade e as pessoas pelas quais passavam na rua. Chegando lá, fizeram suas carteirinhas de sócios da biblioteca para realizarem empréstimos de livros.

Além disso, participaram da mediação de leitura feita pela bibliotecária Charlene Kathlen de Lemos e de uma oficina artística. Ao final, as crianças escolheram o livro de sua preferência para ficar com o mesmo por duas semanas em casa e fazer a leitura compartilhada com a família.

As turmas que participaram do projeto em agosto também puderam vivenciar essas experiências anteriores, como caminhar pelo bairro, observar a natureza do entorno, conhecer um espaço público e se associar à biblioteca, entre outros. As temáticas da leituras giram em torno de temas como protagonismo infantil, responsabilidade social, reciclagem, desequilíbrio climático, impacto do consumismo, entre outros. 

Uma das histórias que as crianças apreciam na biblioteca é “Ninguém é pequeno demais para fazer a diferença – O chamado de Greta Thunberg para Salvar o planeta”, de Jeanette Winter, publicado pela Companhia das Letras. Neste momento as crianças puderam refletir sobre a mudança de atitudes para contribuir com a preservação do planeta.

Objetivos integrados

Os pequenos sócios da biblioteca manuseando os livros para escolha dos mesmos.

Na biblioteca, os sócios da EMEI Dª. Ana Rosa de Araújo escolhem os títulos que desejam levar para casa.

A equipe da biblioteca percebeu que era necessário retomar a ocupação de seu espaço que havia diminuído devido à pandemia. E o projeto desenvolvido em parceria com a EMEI foi um caminho para atingir essa meta.

Fomentar a apropriação cultural da biblioteca pelas crianças e suas famílias, promover a exploração e ocupação do território pela infância, permitir a aproximação da criança com a palavra escrita, levantar questões e reflexões importantes sobre o impacto das mudanças climáticas e de uma educação antirracista para a convivência na diversidade, a partir da literatura infantil, aumentar o número de cadastro de leitores e empréstimos de livros da unidade, são mais alguns objetivos desenvolvido no “Trilhas Literárias”.

Segundo informações da Biblioteca Raul Bopp, houve um aumento, em relação às metas estabelecidas pela Coordenadoria do Sistema Municipal de Bibliotecas, de 45% no número de público atendido na Biblioteca, 361% no número de empréstimos, ficando em 1º lugar na região, e 384% no número de cadastros novos, ficando em 2º lugar na região.

Avanços conquistados 

Após a leitura, as crianças, professoras e equipe da biblioteca confeccionam um a reflexão coletiva por meio de cartaz.

Registro da vivência literária na biblioteca.

Após as intervenções por meio do projeto, foi possível observar os ganhos para as crianças em que algumas tiveram sua primeira experiência com a biblioteca pública, a leitura literária despertou a curiosidade para as diversas formas de ler, ao caminhar até a biblioteca as crianças perceberam que fazem parte da cidade desenvolvendo seu senso de pertencimento e cuidado com o meio ambiente. 

Além das crianças, muitas famílias também tiveram sua primeira experiência com o livro e também acesso a uma espaço promotor de leitura. E para a Raul Bopp a constatação do aumento significativo nos números de matrículas, empréstimos e frequência na biblioteca.

Biblioteca Raul Bopp

A Biblioteca Pública Municipal Raul Bopp – Temática em Meio Ambiente, está localizada no Parque da Aclimação, possui um acervo de cerca de 25 mil itens. O espaço conta com um acervo especializado no tema de meio ambiente, que foi constituído com a curadoria do ambientalista Fábio Feldmann.

Sua composição com mais de 2 mil títulos engloba livros, publicações e estudos, abordando assuntos como aquecimento global, desenvolvimento sustentável, Amazônia e preservação ambiental, entre outros. 

 

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

1 2 3 1.310