Notícias

EMEF Ulysses Guimarães promove o projeto “Dançando na Escola”

Iniciativa tem o objetivo de utilizar a dança como instrumento pedagógico

Publicado em: 27/04/2017 17h21 | Atualizado em: 30/11/2020
danca com musica_740x430.jpg

A Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Ulysses da Sylveira Guimarães, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Capela do Socorro, desenvolve entre os alunos o projeto “Dançando na Escola”. A iniciativa, que começou a ser desenvolvida na unidade em 2015, tem o objetivo de utilizar a dança como um instrumento pedagógico.

A ideia do projeto foi da professora Cristina Ribeiro, que tinha a intenção de trabalhar elementos da dança, coordenação motora e conhecimento corporal com os estudantes. Com o passar do tempo, ela resolveu desenvolver outros conhecimentos da história da música e introduzir elementos da cultura hip hop. Para isso, a Professora Shirley Patriota foi convidada a integrar o projeto.

Shirley explica que o “Dançando na Escola” é desenvolvido de maneira teórica e prática. Na teoria, é trabalhada a história da música, em especial a negra; já na prática, o foco é no desenvolvimento da dança em si. “A escolha do Hip Hop se deu por conta do ritmo englobar aspectos da cultura negra que estão inseridos na cultura brasileira. Assim, o projeto pode contribuir também para a superação de preconceitos e estereótipos”, destaca a educadora.

Neste ano, o projeto conta com a participação de 40 alunos. As coreografias, segundo Shirley, são desenvolvidas em conjunto com os alunos. “As aulas teóricas também visam estimular a autonomia dos estudantes. Eles são desafiados através de atividades, dinâmicas, filmes e rodas de conversas”, completa.

O “Dança na Escola” promove apresentações dos alunos dentro e fora da escola. Em 2015, por exemplo, eles visitaram a Bienal do Grafite e realizaram diversas apresentações na comunidade. Já em 2016, os estudantes foram convidados pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos para se apresentarem na Abertura do Prêmio em Educação de Direitos Humanos, realizado em dezembro, no Auditório do Ibirapuera.

Neste ano, o projeto continua em expansão. A EMEF Ulysses Guimarães, por exemplo, firmou uma parceria com o projeto comunitário “Família Unidos pela Dança”, no qual participam alguns ex-alunos do projeto.

Segundo a Professora Shirley, os resultados do projeto até agora são positivos. Ela explica que os ensaios de dança estão ajudando os alunos a desenvolverem a expressão corporal, a disciplina durante as aulas e a autoestima. “Percebemos também que o projeto contribui para minimizar os preconceitos e a repensar a relação deles com o mundo. O aumento do repertório cultural desses estudantes acaba impactando toda a comunidade”, observa Shirley.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Criativos Na Escola

Desafio Criativos da Escola recebe inscrições para trabalhos do ciclo autoral

Publicado em: 23/09/2021 6h24 - em Secretaria Municipal de Educação

mão feminina preenchendo gabarito de prova de concurso

Educação convoca para escolha de escola mais aprovados em concurso

Publicado em: 23/09/2021 10h05 - em Secretaria Municipal de Educação

banner de vacinação do Concurso Cultura Butantan. imagem com um gibi da turma da mônica
Ilustração com elementos visuais típicos de contos de fadas. Segue o texto: Antologia De Contos do ensino fundamental e médio, edição 2021

Inscrições para envio de textos para o livro Antologia de Contos foram prorrogadas

Publicado em: 22/09/2021 12h40 - em Secretaria Municipal de Educação

825x470 (3)

SME oferece formação sobre Novo Ensino Médio para professores

Publicado em: 21/09/2021 3h21 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.191