Notícias

EMEF José Pegoraro realiza 16ª Mostra Cultural

Evento compõe a programação do Leituraço 2016 e tem o objetivo de expor os trabalhos produzidos pelos alunos ao longo do ano

Publicado em: 12/12/2016 14h09 | Atualizado em: 30/11/2020

Mostra Cultural_Pegoraro_740x430.JPG

A Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Padre José Pegoraro, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Capela do Socorro, realizou no dia 26 de novembro a 16ª edição da Mostra Cultural da unidade. O evento organizado anualmente tem como objetivo expor os trabalhos desenvolvido pelos alunos ao longo do ano para as famílias e a comunidade. O evento também compõe a programação do Leituraço 2016.

A mostra cultural deste ano na EMEF José Pegoraro contou com seis salas nas quais foram expostos trabalhos produzidos por alunos de diferentes séries durante as aulas e também nos projetos escolares da unidade. Entre as produções estavam jogos, cartazes com desenhos, fotografias e maquetes. A maioria dos trabalhos foi feito com materiais reciclados trazidos pelos estudantes e coletados pela própria escola. O evento também possuía um espaço onde os visitantes podiam se divertir jogando vídeo game, ping pong ou pebolim.

Na Sala de Leitura da EMEF foram expostas máscaras indígenas. Os objetos foram produzidos sob a orientação da Professora Viviane de Moura e com base nas obras do Leituraço. O ambiente também abrigou castelos produzidos nas aulas de História. A Professora Tânia Albuquerque, responsável pela atividade e por ministrar a disciplina, disse que a construção de castelos é realiza todos os anos em suas aulas e tem o objetivo de fazer os alunos assimilarem melhor o conteúdo e trabalhar a interdisciplinaridade. “Quando estão todos prontos, nós fazemos um campeonato e organizamos uma votação para ver quais são os três melhores. É muito divertido”, completou a educadora.

Exposições – Nos corredores da escola também foi possível ver as produções dos educandos. Em um deles a Professora Andreia Leal, de Ciências, apresentou aos presentes os trabalhos sobre eletricidade desenvolvidos por ela e pelo Professor Carlos Amorim, de Geografia, com os jovens do 9º ano. “Esta atividade teve duas etapas: uma teórica e outra prática. No primeiro semestre de 2016, foram apresentados e explicados aos alunos como é possível gerar energia de diferentes formas, tais como eólica, hidrelétrica, nuclear, solar e térmica. Já no segundo, eles precisaram desenvolver pequenas maquetes que representassem cada uma das estações de geração de energia”, explicou.

A África também esteve presente na mostra cultural da EMEF. Uma das salas do evento foi todo dedicado ao continente, decorada com máscaras africanas feitas com jornal, maquetes de navios e cartazes com contos folclóricos típicos da região. No ambiente também havia livros que abordavam a questão étnico-racial.

Além das exposições, o evento na EMEF José Pegoraro contou também com apresentações culturais de alunos e do coletivo Maracatuando. Formado por crianças e jovens, o grupo Maracatuando é resultado de um projeto realizado, desde 2004, no Centro para Crianças e Adolescentes (CCA) Jardim Silveira e coordenado pelo percussionista José Carlos, que ensina maculelê, percussão e dança africana.

Sonia Vieira, Diretora da unidade, disse que sempre desejou levar o coletivo ao evento para que eles se apresentassem para os alunos. A gestora também se disse muito feliz e satisfeita com os resultados da mostra cultural. “Eventos como esse são bons para demonstrar o quanto é bonito o que fazemos dentro das escolas. Quem é de fora e não conhece, pode pensar que o que fazemos aqui é pouco. A mostra está aí para provar o contrário”, ressaltou.

Confira a galeria de imagens da Mostra.

Notícias Mais Recentes

1 2 3 1.213