Notícias

DRE Campo Limpo promove “Encontros Decoloniais: Pedagogias Performáticas”

Ciclo de palestras tem como objetivo mostrar a descolonização do currículo escolar

Publicado em: 22/11/2016 18h02 | Atualizado em: 30/11/2020

DRE_campo_limpo_promove_encontros_decoloniais_pedagogias_performaticas_740_x_430.jpg

A Diretoria Regional de Educação (DRE) Campo Limpo, em parceria com a Cooperifa, Sarau do Binho, Núcleo de Estudos Culturais – PUC/SP e o Núcleo de Estudos Culturais Africanos e da Diáspora – PUC/SP, promoverá entre os dias 22 de novembro e 01 de dezembro, o ciclo de palestras “Encontros Decoloniais: Pedagogias Performáticas”.

Marilu Santos Cardoso, diretora da Diretoria Pedagógica (DIPED) da DRE Campo Limpo, e uma das organizadoras do evento, explica que o “Encontros Decoloniais” carrega o desejo de fazer um resumo das atividades pedagógicas desenvolvidas nos últimos quatro anos. “A intenção é pautar tudo o que foi feito nessa gestão, de se aproximar com a comunidade e de conhecer melhor o território”, conta.

Segundo a diretora, os últimos anos foram demonstração de uma “descolonização do currículo”, na tentativa de incentivar as unidades escolares a irem contra a lógica de padronizar comportamentos, aceitando e defendendo a cultura local. “Queremos mostrar através desse evento que a gente procurou chamar a atenção para questões que a própria escola deveria levar em consideração no seu currículo”, comenta Marilu, citando a inclusão de discussões de sociais, raciais, étnicas e de gênero nas políticas pedagógicas.

A cartilha dessas políticas, o Projeto Político Pedagógico (PPP), desenvolvido em 2013 pela DRE Campo Limpo tinha justamente a proposta de “dar vez e voz a todos que compartilham a história da região”, como afirma Alexandre Ferreira Cordeiro, Diretor Regional de Educação da DRE Campo Limpo. Para ele, o PPP foi uma maneira de entender o território e adequar as políticas de ensino para melhorar a região. “A gente procurou estudar a história e os atores da região do M’Boi Mirim e Campo Limpo antes de fazer o PPP”, diz.

Quanto ao evento de cinco palestras diferentes, que será iniciado no dia 22 de novembro, Alexandre Ferreira acredita que será um momento de celebração e síntese do trabalho dos últimos anos. “Vai ser um momento muito rico, de muita troca”, conclui.

Para acessar a programação do evento, clique aqui. 

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Banner do Festival De Mancala

SME promove festival de jogo de origem africana que reúne mais de mil estudantes e educadores

Publicado em: 29/11/2022 3h00 - em Secretaria Municipal de Educação

Mulheres na sala de aula de Confeitaria. Elas estão de frente para mesa coletiva e manuseiam uma massa em forminhas. Também usam máscara de proteção individual, avental e touca.

Inscrições abertas para as turmas de 2023 dos cursos gratuitos profissionalizantes dos CMCTs

Publicado em: 28/11/2022 11h50 - em Secretaria Municipal de Educação

Cowparede - fotografia de esculturas de vacas pintadas por artistas

CEU Paraisópolis recebe exposição CowParade

Publicado em: 25/11/2022 1h01 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de grupo de estudante tocando instrumentos de percussão

EMEF Imperatriz Leopoldina forma ritmistas com ‘batucada’

Publicado em: 25/11/2022 10h00 - em Secretaria Municipal de Educação

Capa do Álbum de Mancala Awelé feito por um estudantes.

Confira o resultado do concurso “Meu Álbum de Mancala Awelé”

Publicado em: 24/11/2022 11h37 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.299