Notícias

DRE Butantã realiza 1ª Mostra de Teatro das Escolas

Mostra foi elaborada com o objetivo de trazer para perto dos alunos o mundo do teatro.

Publicado em: 19/11/2015 17h17 | Atualizado em: 30/11/2020

mostra_teatro_740_x_430.jpg
Os alunos da EMEF José de Alcântara Machado interpretaram “A Princesa Anastácia”

A Casa de Cultura do Butantã sediou no dia 12 de novembro, a 1ª Mostra de Teatro promovida pela Diretoria Regional de Educação (DRE) Butantã. O evento ocorreu durante todo o dia e reuniu sete escolas municipais da região. Cada escola trouxe à Casa uma peça diferente, interpretada por alunos de 5 a 16 anos de idade.

Para Pedro, que está no sexto ano da EMEF José de Alcântara e faz o papel de um padre na peça “A Princesa Anastácia”, sobre a escravidão no Brasil, interpretar uma peça da escola é algo muito positivo. “Para mim é uma honra, ajuda a todos”, completa. Luan, que está no oitavo e participa da mesma peça, conta que antes de interpretar os alunos estudaram por semanas a história dos personagens, tanto nas suas representações fictícias quanto historiográficas. “Ninguém sabia quem era a escrava Anastácia, então estudamos, ficamos duas semanas ensaiando e assistimos a minissérie”, explica ele.

Silvia Martins, que é professora na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Euclydes de Oliveira Figueiredo, conta que iniciou o projeto em sua escola já em 2009, “quando participei pela primeira vez do Projeto Conexões, fiquei motivada para desenvolver o teatro dentro das escolas”.

Segundo ela, o teatro para crianças e adultos existe em grande quantidade, “mas para os adolescentes existe uma grande lacuna, e eles tem muito a dizer para a vida. Acredito que essa é uma forma do jovem, da criança ou de qualquer pessoa dar o seu recado para a vida, e aqui nós vimos recados importantíssimos”.

A professora finaliza enfatizando a função cívica da do teatro nas escolas e na vida dos membros da sociedade: “Se nós queremos um cidadão ativo, temos de começar pelas escolas, e a arte é um grande meio, o teatro ajuda muito nesse caminho”.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Fotografia de uma mão fazendo o sinal de libras seguida da palavra LIBRAS

SME abre credenciamento para instrutores, intérpretes e guias-intérpretes de Libras/Língua Portuguesa

Publicado em: 30/11/2022 12h22 - em Secretaria Municipal de Educação

SAEL 50 Anos

SME celebra os 50 anos das Salas de Leitura nas escolas municipais

Publicado em: 29/11/2022 6h44 - em Secretaria Municipal de Educação

Estudantes surdos fazem filmagens utilizando câmera filmadora - Cinema

Alunos surdos da EMEF Candida Dora Pino Pretini produzem curta-metragem

Publicado em: 29/11/2022 4h41 - em Secretaria Municipal de Educação

Banner do Festival De Mancala

SME promove festival de jogo de origem africana que reúne mais de mil estudantes e educadores

Publicado em: 29/11/2022 3h00 - em Secretaria Municipal de Educação

Mulheres na sala de aula de Confeitaria. Elas estão de frente para mesa coletiva e manuseiam uma massa em forminhas. Também usam máscara de proteção individual, avental e touca.

Inscrições abertas para as turmas de 2023 dos cursos gratuitos profissionalizantes dos CMCTs

Publicado em: 28/11/2022 11h50 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 1.300