Notícias

Crianças do CEI Joaquim Thomé Filho constroem novas formas e espaços de brincar

Ação gerou maior interação entre as crianças e ausência de conflitos durante as atividades

Publicado em: 03/05/2019 18h07 | Atualizado em: 30/11/2020

brincarnoCEI_740X430.jpg

Crianças do Centro de Educação Infantil (CEI) Joaquim Thomé Filho, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Jaçanã / Tremembé, constroem juntas novas formas e espaços de brincar. O início desta ação aconteceu em fevereiro de 2019 por conta dos conflitos existentes entre as crianças nas disputas pelos brinquedos e espaços para brincar.

Cerca de 24 crianças, entre 0 e 3 anos participam desta ação, que segue até o final do ano letivo. Mediadas
pelas Professoras Michelle Mendonça e Nathália Santos, o projeto reestrutura a prática pedagógica e problematiza estereótipos presentes nos materiais da Educação Infantil.

No início do projeto, a turma abriu mão de todos os brinquedos e com a ajuda das famílias e dos Professores, foi surgindo uma nova forma de ocupar e brincar nos diferentes territórios de aprendizagem da escola.

A partir desta ação, o projeto ganhou um nome, “Re/Construir um lugar: de invenção, investigação e pertencimento”, um trabalho que promove o protagonismo das crianças em contato a arte e a natureza, estimulando-as a terem um olhar criativo e sensível sobre o mundo e sobre si mesmas.

No decorrer das atividades, foram estabelecidas rodas de conversa entre as crianças, possibilitando momentos de criação, interação e brincadeiras.

Neste projeto, grande parte dos brinquedos confeccionados são recolhidos da própria natureza: gravetos, pinhas, pedras, madeira, folhas, sementes, flores, cascas de arvores e palha, além disso, as crianças podem escolher
os espaços e quais brincadeiras criadas pela turma serão vivenciadas.

A Professora Michelle Mendonça observou durante as atividades algumas mudanças significativas, como a ausência de conflitos por causa dos objetos, maior interação entre as crianças durante as brincadeiras, e uma constante ressignificação dos objetos nos mais variáveis contextos.

De acordo com a Professora Nathália, havia a necessidade de estabelecer uma proposta mais sensível e que contemplasse a escuta das crianças, gerando transformação nos espaços, resultando em um ambiente acolhedor e inspirador.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

mão feminina preenchendo gabarito de prova de concurso
ilustração de crianças usando uniforme escolar azul e branco, com silhueta da cidade ao fundo com balões representando idiomas variados simbolizados pelas bandeiras dos países.

Estudantes da Rede Municipal de SP podem manifestar interesse em aprender idiomas no CELP

Publicado em: 19/01/2022 11h05 - em Centro de Estudos de Línguas Paulistano

Imagem de uma mão sobre o computador.

SME abre processo seletivo interno para coordenador de Polo UniCEU

Publicado em: 14/01/2022 5h27 - em Secretaria Municipal de Educação

fotografia de professora atendendo um garoto em sua mesa. Todos usam máscara facial.

SME publica classificação definitiva dos candidatos para eventual contratação

Publicado em: 14/01/2022 10h30 - em Secretaria Municipal de Educação

fotografia de dois notebooks sobre uma mesa
1 2 3 1.211