Notícias

CEU Casa Blanca recebe seminário “Você é o que lê”

Ação conjunta da DRE Campo Limpo com a Cooperifa reuniu Gregório Duvivier, Maria Ribeiro, Xico Sá e Sérgio Vaz.

Publicado em: 11/10/2016 10h05 | Atualizado em: 30/11/2020

CEU_casa_blanca_recebe_seminario_voce_e_o_que_le_740_x_430.jpg

Na tarde da terça, 16 de agosto, o Centro Educacional Unificado (CEU) Casa Blanca, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Campo Limpo, recebeu o seminário “Você é o que lê”, promovido por meio de uma ação conjunta entre a DRE Campo Limpo e o coletivo Cooperifa.

O evento aconteceu das 14h às 20h e fez com que o teatro do CEU Casa Blanca tivesse lotação máxima. No total, 450 pessoas estiveram presentes, sendo 300 destas Professoras e Professores da DRE Campo Limpo e 150 alunos da DRE Campo Limpo e pessoas da comunidade.

A abertura do seminário ficou por conta do Sarau da Cooperifa. A partir das 14h, subiram ao palco dois representantes do coletivo para introduzir as atrações do dia. A primeira a subir no palco foi a poetisa Edite, mais conhecida como Dona Edite, que recitou uma parte do poema “O Navio Negreiro”, clássico de Castro Alves.

Logo em seguida, quando Dona Edite finalizou sua declamação, o palco do teatro foi preenchido pelos cantores de rap Cocão Avoz e Fino du Rap. Os artistas fizeram um show, de curta duração, em que mesclavam apresentações solo, para apresentar suas composições autorais. Em alguns momentos, ambos cantaram juntos.

Finalizada a abertura, por volta das 17h30, teve início um bate-papo informal entre os convidados Gregório Duvivier, colunista e roteirista, Maria Ribeiro, atriz e diretora, e Xico Sá, jornalista, com o mediador Sérgio Vaz, coordenador da Cooperifa.

Importância da leitura, escrita e literatura – Mantendo o mesmo tom até às 22h, a reunião das três personalidades teve o objetivo de mostrar como a leitura, a escrita e a literatura tiveram papel fundamental na vida de cada um deles. Conversando desde temas como as primeiras leituras até a trajetória de vida, os convidados puderam demonstrar como o simples ato de ler foi determinante para suas formações.

Uma das articuladoras do evento e também Diretora do DIPED (Diretoria Pedagógica) da DRE Campo Limpo, a historiadora Marilu Santos Cardoso, disse que o seminário foi de grande importância, pois debateu a necessidade das escolas não imporem leituras de temática e linguagem difíceis para os alunos, além de tratar da leitura periférica, que faz com que os leitores se vejam nas narrativas e aumentem o interesse pela leitura.

“O que ficou forte no seminário foi a ideia de que cada um precisa ter um sentido diferente na leitura, que se relacione com a sua própria vida e seus interesses”, complementa Marilu. Para ela, o impacto se deve ao fato de que as escolas podem recuperar o interesse dos jovens pela leitura, se explorarem a subjetividade de cada um perante o ato de ler.

Após a conversa, o público presente no CEU Casa Blanca pôde fazer perguntas e interagir com os convidados.

Veja a galeria de fotos do seminário aqui

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Uma mãe amamentando uma bebê
Imagem com fundo verde onde se lê 18ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas - OBMEP - IMPA - Somando novos talentos para o Brasil
Whatsapp Image 2023 02 01 At 12.13.21

Reunião de Organização Inicial 2023

Publicado em: 02/02/2023 12h23 - em Diretoria Regional de Educação Guaianases

fotografia de uma mulher auxiliando crianças no processo de higiene Mães Guardiãs
Foto da reunião de planejamento

SME recebe entidades sindicais para diálogo das ações de 2023

Publicado em: 01/02/2023 11h03 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.311