Notícias

CEU Casa Blanca recebe seminário “Você é o que lê”

Ação conjunta da DRE Campo Limpo com a Cooperifa reuniu Gregório Duvivier, Maria Ribeiro, Xico Sá e Sérgio Vaz.

Publicado em: 11/10/2016 10h05 | Atualizado em: 30/11/2020

CEU_casa_blanca_recebe_seminario_voce_e_o_que_le_740_x_430.jpg

Na tarde da terça, 16 de agosto, o Centro Educacional Unificado (CEU) Casa Blanca, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Campo Limpo, recebeu o seminário “Você é o que lê”, promovido por meio de uma ação conjunta entre a DRE Campo Limpo e o coletivo Cooperifa.

O evento aconteceu das 14h às 20h e fez com que o teatro do CEU Casa Blanca tivesse lotação máxima. No total, 450 pessoas estiveram presentes, sendo 300 destas Professoras e Professores da DRE Campo Limpo e 150 alunos da DRE Campo Limpo e pessoas da comunidade.

A abertura do seminário ficou por conta do Sarau da Cooperifa. A partir das 14h, subiram ao palco dois representantes do coletivo para introduzir as atrações do dia. A primeira a subir no palco foi a poetisa Edite, mais conhecida como Dona Edite, que recitou uma parte do poema “O Navio Negreiro”, clássico de Castro Alves.

Logo em seguida, quando Dona Edite finalizou sua declamação, o palco do teatro foi preenchido pelos cantores de rap Cocão Avoz e Fino du Rap. Os artistas fizeram um show, de curta duração, em que mesclavam apresentações solo, para apresentar suas composições autorais. Em alguns momentos, ambos cantaram juntos.

Finalizada a abertura, por volta das 17h30, teve início um bate-papo informal entre os convidados Gregório Duvivier, colunista e roteirista, Maria Ribeiro, atriz e diretora, e Xico Sá, jornalista, com o mediador Sérgio Vaz, coordenador da Cooperifa.

Importância da leitura, escrita e literatura – Mantendo o mesmo tom até às 22h, a reunião das três personalidades teve o objetivo de mostrar como a leitura, a escrita e a literatura tiveram papel fundamental na vida de cada um deles. Conversando desde temas como as primeiras leituras até a trajetória de vida, os convidados puderam demonstrar como o simples ato de ler foi determinante para suas formações.

Uma das articuladoras do evento e também Diretora do DIPED (Diretoria Pedagógica) da DRE Campo Limpo, a historiadora Marilu Santos Cardoso, disse que o seminário foi de grande importância, pois debateu a necessidade das escolas não imporem leituras de temática e linguagem difíceis para os alunos, além de tratar da leitura periférica, que faz com que os leitores se vejam nas narrativas e aumentem o interesse pela leitura.

“O que ficou forte no seminário foi a ideia de que cada um precisa ter um sentido diferente na leitura, que se relacione com a sua própria vida e seus interesses”, complementa Marilu. Para ela, o impacto se deve ao fato de que as escolas podem recuperar o interesse dos jovens pela leitura, se explorarem a subjetividade de cada um perante o ato de ler.

Após a conversa, o público presente no CEU Casa Blanca pôde fazer perguntas e interagir com os convidados.

Veja a galeria de fotos do seminário aqui

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Imagem de uma mão sobre o computador.

SME abre processo seletivo interno para coordenador de Polo UniCEU

Publicado em: 14/01/2022 5h27 - em Secretaria Municipal de Educação

fotografia de professora atendendo um garoto em sua mesa. Todos usam máscara facial.

SME publica classificação definitiva dos candidatos para eventual contratação

Publicado em: 14/01/2022 10h30 - em Secretaria Municipal de Educação

fotografia de dois notebooks sobre uma mesa
Imagem com diversas antenas.

Prefeitura sanciona Lei das Antenas

Publicado em: 13/01/2022 12h07 - em Secretaria Municipal de Educação

fotografia mostra uma mão infantil sendo auxiliada pela mão de um adulto

Bolsas de estágio têm aumento de 30% e SME possui 4 mil vagas para contratação

Publicado em: 12/01/2022 2h50 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.211