Notícias

Brincando e comendo no tempo dos meus avós

CEI Jardim Reimberg realiza projeto que busca valorizar as tradições culturais e estreitar os laços entre crianças e avós

Publicado em: 22/06/2016 16h24 | Atualizado em: 30/11/2020
Comendo como os meus avos_740x430.jpg

O Centro de Educação Infantil (CEI) Jardim Reimberg, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Capela do Socorro, promove entre as crianças da unidade o projeto “Brincando e comendo no tempo dos meus avós”. A iniciativa tem o objetivo de valorizar as tradições culturais e proporcionar uma maior interação entre as crianças e suas famílias.

Realizado ao longo de um ano, o projeto “Brincando e comendo no tempo dos meus avós” busca, além da valorização da cultura e interação familiar, despertar nas crianças a sensibilidade e a percepção da riqueza que há na diversidade das brincadeiras e alimentações. Para organizar o projeto são enviados bilhetes para as famílias dos pequenos solicitando informações sobre a infância dos avós. Também é pedido o estado no qual eles nasceram ou moraram quando crianças. “Atualmente estamos nesta etapa, as crianças estão trazendo os relatos e fotos de atividades e receitas desenvolvidas com os avós”, informa Alzenir Maria Ribeiro de Souza, Diretora da unidade.

Após esse primeiro momento, o projeto caminhará da seguinte forma: uma criança será sorteada a cada semana e as informações enviadas pela família serão utilizadas em três etapas. “Na primeira, o nome da criança será colocado junto ao estado de origem dos avós; na segunda, os pequenos serão convidados a conhecer as brincadeiras com as quais seus avós se divertiam na infância; já na terceira, que se refere às comidas, será feito pela professora o registro no caderno de cada um dos alunos da receita enviada e, quando possível, preparada uma degustação do prato”, detalha a diretora.

Segundo a diretora, o projeto foi recebido pelas crianças com muito entusiasmo. “Eles ficam ansiosos em passar aos colegas os registros realizados pelos pais ou pelos avós e a expectativa pela degustação do prato é aparente. Algumas delas apresentam espanto quando descobrem que professoras, diretor, cozinheiras, ou outros adultos também têm avós”, completa.  Ainda segundo Alzenir, é possível ouvir comentários das crianças como: “Meu avô vai vir aqui no CEI para ensinar a plantar alface na nossa horta” e “Professora, hoje eu trouxe bolo de mandioca que a minha vovó fez, vamos dividir com as outras crianças?”.

Além dos alimentos, as brincadeiras também têm encantando as crianças. Dentre elas, “escravos de jó” foi a mais disputada. O projeto “Brincando e comendo no tempo dos meus avós” é desenvolvido pelas professoras Eliane Maria da Silva Pereira, Ana Maria Brito do Vale, Marcia Curti de Melo, Claudia Regina dos Santos, Alessandra Ferreira da Silva, Regina Aparecida dos Santos, Selma Lucia Campos Profeta e Joelma Alencar Konno.

Notícias Mais Recentes

1 2 3 1.460