Notícias

Atletas da Liga Nacional de Futebol Americano visitam projeto no CEU Paraisópolis

Os norte-americanos Brennan Scarlett e Ashlea Klam acompanharam uma aula de flag football; visita é estreia do programa ‘Embaixadores do Esporte´

Publicado em: 08/02/2024 14h00 | Atualizado em: 08/02/2024
Foto com todos que participaram do evento junto com os dois jogadores da NFL.

Os jogadores norte-americanos Brennan Scarlett e Ashlea Klam participaram de uma aula de flag football, esporte derivado do futebol americano, oferecido no CEU Paraisópolis, nesta quarta-feira (7). A visita integra o programa “Embaixadores do Esporte”, promovido pela Liga Nacional de Futebol Americano (NFL) e a USA Football, para divulgar o futebol americano entre jovens fora dos Estados Unidos.

O Brasil, que sediará o primeiro jogo da temporada regular da NFL, e conta com mais de 30 milhões de fãs de futebol americano, foi o escolhido para estrear o projeto, que depois será replicado no mundo todo.

Os “embaixadores” são Brennan Scarlett, que jogou futebol americano na NFL por oito anos, e Ashlea Klam, que é integrante da seleção nacional de flag football.

Brennan é fundador da Scarlett Creative, agência de marketing esportivo, e da ONG Big Yard Foundation, para empoderar comunidades carentes por meio de educação, criatividade e acesso ao esporte.  Já Ashlea Klam, está no primeiro ano da Universidade Keiser, com bolsa recebida pelo seu bom desempenho no flag football.  Ela é a mais jovem atleta a fazer parte do Conselho de Diretores do USA Football.

Foto com os dois jogadores da NFL e duas crianças que participaram do evento.

Flag football no CEU

O CEU Paraisópolis oferece a modalidade esportiva para crianças de 8 a 12 anos, por meio da atividade de um professor voluntário.  Assim como no futebol americano, o objetivo no flag football é avançar com a bola pelo espaço adversário e alcançar a zona final para marcar pontos. As regras básicas do flag são similares às do futebol americano, mas em vez de derrubar o jogador com a bola ao chão, o defensor deve retirar uma fita e parar o ataque. Todos os jogadores usam um cinto, onde as duas flags (ou fitas) estão presas por um velcro.

O interesse pelo flag football, uma modalidade de futebol americano que estreará nas Olimpíadas de 2028, tem crescido no Brasil e times brasileiros têm se destacado nas competições internacionais.

Em 2021, a seleção brasileira ficou em 4º lugar no campeonato mundial feminino. No ano passado, a equipe Sorocaba Braves Academy, venceu o campeonato nacional sub-12 e embarcou esta semana para Orlando, a convite da NFL, para participar do campeonato Pro Bowl Games, com atletas de outros 11 países.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Design Sem Nome (1)

DRE Guaianases promove reunião de organização

Publicado em: 22/02/2024 4h37 - em Diretoria Regional de Educação Guaianases

Imagem dividida em 3 retângulos, cada um com imagens que fazem alusão à símbolos indígenas
Foto de um adulto, com camiseta do Fab Lab, escrevendo em uma lousa branca, crianças acompanhando , tanto em pé, ao lado da lousa, como sentados.

Rede Fab Lab Livre SP abre agenda de oficinas para estudantes e professores da Rede Municipal

Publicado em: 22/02/2024 11h30 - em Secretaria Municipal de Educação

fotografia de uma Menina Pintando Com Tinta
Fotografia de jovens em frente ao computador.

CEU São Mateus vai receber campeonatos de Free Fire e EA Sports FC 24

Publicado em: 21/02/2024 10h39 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.426