Notícias

Alunos de TCA da EMEF Almirante Tamandaré visitam mostra sobre arte boliviana

Alunos do 9º ano foram ao Sesc Bom Retiro conhecer um pouco mais sobre a cultura boliviana e explorar outros territórios da cidade

Publicado em: 02/05/2018 16h50 | Atualizado em: 30/11/2020

tca_travessas_ocultas_740x430.jpg

Por Imprensa Jovem Rádio Calafrio

Nos dias 18, 19 e 20 de abril, os alunos do 9º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Almirante Tamandaré, (Diretoria Regional de Educação (DRE) Jaçanã/Tremembé), localizada na Vila Maria Alta, foram visitar a mostra de arte contemporânea “Travessias Ocultas – Lastro Bolívia” no Sesc Bom Retiro. Essa visita faz parte das orientações da professora Carolina Cortinove, uma das responsáveis pela orientação do Trabalho Colaborativa de Autoria (TCA) que será apresentado até o final do ano.

Oito artistas brasileiras (Denise Alves-Rodrigues, Fernanda Porto, Isadora Brant, Julia Franco Braga, Laura Berbert, Patrícia Araújo, Jonas Van Holanda e Valentina D’Avenia) e duas curadoras (Beatriz Lemos e Catarina Duncan) percorreram cinco cidades bolivianas entre 2016 e 2017, e também tiveram contato com a comunidade boliviana de São Paulo. Dessa interlocução e pesquisa in loco resultaram os trabalhos que retratam vários olhares sobre essas regiões e povos. “Eu gostei de um vídeo em que havia uma mulher tentando mover uma montanha. Ela conseguia baixar a montanha, conseguia mover do lugar com uma pedra que eles usam bastante por lá”, falou a aluna Raquel Santos. Já para a aluna Letícia Vieira Cardoso o que chamou mais atenção foi uma máquina que sabia a resposta das perguntas: “nós pegamos um papel e questionamos se iria acontecer a 3ª Guerra Mundial, depois colocamos dentro da máquina, giramos uma manivela e saiu um cartão escrito ‘sim’!”.

Além de desenvolver a pesquisa, as relações interpessoais e o conhecimento científico, o TCA visa estimular a prática de intervenções sociais, seja na escola, no bairro ou na cidade, a fim de promover alguma mudança positiva na realidade.

“A exposição foi importante para ampliar o conhecimento sobre a Bolívia a partir da perspectiva da arte. Durante a mediação da exposição, os estudantes se confrontaram com suas visões estereotipadas sobre a população boliviana, a valorização da cultura norte-americana em detrimento das culturas latino-americanas e indígenas. Também puderam ampliar seu repertório sobre a cultura e os costumes de outro país e seu repertório sobre arte contemporânea com inúmeras linguagens artísticas como fotografia, colagem, audiovisual, texto poético etc”, explicou a professora da Sala de Leitura Carolina Cortinove.

A mostra segue até o dia 6 de maio.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Crianças e professora de Educação Infantil em sala de aula.
Professora de Educação Infantil sentada no chão da sala com cinco bebês sentados a sua volta brincando.

SME faz nova convocação de aprovados em concurso

Publicado em: 22/09/2022 5h07 - em Secretaria Municipal de Educação

Imagem com o fundo em mosaico colorido em tons de lilás, azul e verde, onde se lê
Imagem com fundo azul, três faixas no canto esquerdo nas cores rosa, azul e verde, no centro está escrito IV EducaPenha.

DRE Penha realiza IV EducaPenha

Publicado em: 21/09/2022 6h59 - em Diretoria Regional de Educação Penha

Fotografia mostra pessoas sentadas em cadeiras de auditório. Elas estão olhando para frente, para o palco, onde há um homem de pé, segurando um microfone, que está falando enquanto olha para uma apresentação de slide, onde se lê: “Será que eu fiz certo?” na cor vermelha. Abaixo contém o texto: “Na dúvida, pergunte, consulte os colegas, os estudantes. Estude, retome a teoria. Refaça, volte ao começo. E faça outra vez. A prática é fundamental para o desenvolvimento, evolução”, que está escrito na cor preta.
1 2 3 4 1.284