Notícias

A escola como espaço de luta na EMEBS Anne Sullivan

Projeto busca auxiliar os alunos no processo de sensibilização e reconhecimento de pertencimento étnico-racial

Publicado em: 25/04/2017 17h09 | Atualizado em: 30/11/2020

A Escola Municipal de Educação Bilíngue para Surdos (EMEBS) Anne Sullivan realizou nos primeiros meses de 2017 o projeto “Paulo Freire e a educação de jovens e adultos surdos: a escola como espaço de luta”. O objetivo do projeto é valorizar as representações positivas de identidades raciais, articulando esta discussão com a surdez.

Participaram do projeto as três turmas de Ensino Fundamental II do período noturno, que segundo a professora Viviane Marques Miranda, são as mais diversas da escola. “São compostas por jovens e adultas/os surdas/os, havendo também estudantes trabalhadoras/es, mães, pais; com baixo nível de alfabetismo, múltipla deficiência, histórico de aquisição lingüística tardia e evasão escolar”, conta.

Com base na obra do escritor Paulo Freire, a sensibilização inicial para a maioria das atividades realizadas apoiou-se no filme “Estrelas Além do Tempo” (2017), que viabilizou discussões sobre relações étnico-raciais e de gênero.

Com o objetivo de preparar os alunos para o exercício da cidadania, foram organizadas atividades como o debate das condições sociais e históricas das personagens do filme, leitura de matérias jornalísticas, o estudo das fronteiras dos países onde estava localizada a obra e até assuntos referentes ao dia-a-dia, como a construção do currículo e novas profissões.

As avaliações das atividades ocorreram por meio dos círculos de cultura mediados pela instrutora Maria Elisabeth Silva e pelos professores das disciplinas de artes, ciências, LIBRAS, matemática e português. A análise mostrou as baixas expectativas que os estudantes têm em relação a perspectivas profissionais e escolares. “Quisemos que nossos estudantes pudessem se perceber como estrelas que lutam para brilhar nesse árduo processo de conscientização”, explica Viviane.

O projeto ainda prevê a produção de um documentário relatando as histórias dos (as) estudantes sobre suas experiências no mundo do trabalho.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

EMEF cria escape room sobre mitologia grega para estimular o raciocínio lógico dos estudantes

EMEF cria escape room sobre mitologia grega para estimular o raciocínio lógico dos estudantes

Publicado em: 02/12/2022 1h47 - em Secretaria Municipal de Educação

foto ilustrativa de estágio

Prática de estágio em escola municipal é reconhecida pela Prefeitura de São Paulo

Publicado em: 02/12/2022 12h18 - em Diretoria Regional de Educação São Mateus

Educador Em Destaque

SME homenageia e premia professores da Rede Municipal no Educador em Destaque 2022

Publicado em: 01/12/2022 4h25 - em Secretaria Municipal de Educação

Uniceu

Quatro polos da Rede UniCEU estão com inscrições abertas para especialização gratuita

Publicado em: 01/12/2022 2h32 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotofrafia de uma pessoa com jaleco branco segurando uma escova de dentes gigantes e conversando com uma criança e duas pessoas adultas ao lado dela. Todos estão sorrindo e sentados à mesa que também possui uma dentadura gigante sobre ela.

Secretarias da Saúde e da Educação oficializam Programa Saúde na Escola

Publicado em: 01/12/2022 1h08 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.300