Índice de Desenvolvimento da Educação Paulistana – IDEP

Do lado esquerdo da imagem está escrito IDEP, do lado direito há um desenho com livros, números, calculadora e escrito Índice de Desenvolvimento da Educação Paulistana

 

O Índice de Desenvolvimento da Educação Paulistana (IDEP) é uma ferramenta para avaliar o desempenho de escolas de Ensino Fundamental e estudantes da Rede Municipal de Ensino (RME).

É calculado pela Secretaria Municipal de Educação (SME) a partir dos resultados das avaliações da Provinha e Prova São Paulo e dos resultados das taxas de aprovação.

Sua proposta é similar à proposta nacional do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). No entanto, o IDEP não utiliza as proficiências fornecidas pelo Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB), mas sim as fornecidas pela Prova São Paulo (avaliação Municipal) mais os dados territoriais: o Nível Socioeconômico (Inse) e o Índice de Complexidade de Gestão (ICG) de cada unidade, fornecidos pelo INEP.

O IDEP considera para cálculo:

  • Anos iniciais

Componentes curriculares avaliados: Língua Portuguesa, Matemática e Ciências Naturais.

Proficiência: Resultados dos alunos do 3º e 5º ano.

Fluxo escolar: taxa de aprovação dos estudantes do 1º ao 5º ano.

  • Anos finais

Componentes curriculares avaliados: Língua Portuguesa, Matemática e Ciências Naturais.

Proficiência: Resultados dos alunos do 7º e 9º anos.

Fluxo escolar: taxa de aprovação dos estudantes do 6º ao 9º ano.


As metas foram estabelecidas para os próximos cinco anos, a partir dos grupos formados através do Índice de Nível Socioeconômico (Inse) e o Indicador de Complexidade de Gestão (ICG), permitindo, assim, estabelecer critérios de avanço nos níveis de proficiências e nas taxas de aprovação, de acordo com a realidade de cada grupo.

Após o período previsto de cinco anos, as metas serão revistas considerando, para esse fim, os resultados das três últimas aplicações da Prova São Paulo e os valores atualizados para o Inse e o ICG, o que, novamente, traz luz a um resultado que, de fato, também seja condizente com a realidade de cada unidade escolar.

Além do avanço no IDEP ao longo dos anos, também se almeja a diminuição da desigualdade dos resultados de tal forma que as diferenças entre os resultados das escolas sejam minimizadas dentro do grupo de qual cada uma faz parte, bem como entre os grupos estabelecidos.

 

Para saber mais sobre o IDEP veja esse documento elaborado pelo Núcleo Técnico de Avaliação:

Livro com orientações sobre o IDEP
Orientações sobre o IDEP