• Ir para Facebook da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
  • Ir para Instagram da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
  • Ir para Twitter da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
  • Ir para YouTube da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo

Notícias

Prefeitura de São Paulo irá repassar R$ 24 milhões para famílias adquirirem alimentos em casa

Empresa Alelo será responsável pela gestão dos cartões; Valor faz parte do Programa Alimentação Escolar e será encaminhado para 350 mil crianças matriculadas na rede municipal de São Paulo

Publicado em: 02/04/2020 12h50 | Atualizado em: 13/04/2020
Cartão Alimentação

Para garantir a alimentação das crianças em situação de vulnerabilidade social enquanto perdurar a situação de emergência em razão da pandemia do Covid 19 (Coronavírus), a Prefeitura vai distribuir “cartões alimentação” às famílias de 273 mil crianças matriculadas na rede municipal em situação de vulnerabilidade social e cadastradas no Programa Bolsa Família. Além disso, 80 mil estudantes que atendem os critérios do Programa, mas ainda não o recebem, serão beneficiadas com a iniciativa. O investimento será de R$ 24 milhões ao mês, enquanto durar a situação.

A empresa Alelo, bandeira especializada em benefícios, incentivos e gestão de despesas corporativas, será a responsável pela gestão dos cartões e entregas, via correio, direto no endereço cadastrado e atualizado pelas famílias durante o período de matrícula.

“Estamos ampliando o atendimento aos estudantes em situação de vulnerabilidade social em São Paulo e incluindo mais 80 mil crianças que também necessitam de auxílio do poder público. Não estamos medindo esforços para minimizar os efeitos da pandemia de Coronavírus em nossa cidade”, destacou o secretário municipal de Educação, Bruno Caetano.

Os valores carregados no cartão alimentação variam conforme a etapa escolar de cada estudante, conforme a tabela:

 Etapa Escolar  Valor Mensal
 Creche / CEI  R$ 101,00
 EMEI  R$ 63,00
 EMEF  R$ 55,00

 

Além do cartão, as famílias vão receber informações com orientação nutricional, indicando os alimentos mais saudáveis, os gêneros que devem ser evitados (bolachas, embutidos, entre outros) e os itens proibidos (bebidas alcoólicas, cigarro, etc).

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Estudantes registram suas ações de aprendizado sobre o Coronavírus com selfies e autorretratos

Iniciativa coordenada por docentes da EMEF Padre José de Anchieta promoveu atividades online nas áreas de Artes e Ciências, tendo como base o material Trilhas de Aprendizagens

Publicado em: 10/07/2020 10h45 - em Coronavirus

EMEF Luiz David Sobrinho promove Semana Estudantil online com programação cultural e arrecadação de alimentos para comunidade

Ação acontece de 20 a 24 de julho; Além da arrecadação, haverá oficinas, palestras e contação de histórias

Publicado em: 09/07/2020 5h23 - em Diretoria Regional de Educação Pirituba

Comunidade Escolar debaterá retorno às aulas por meio de Webinar

Projeto “Fala Rede” contará com a participação de pais, professores e educadores da Rede Municipal de Ensino

Publicado em: 08/07/2020 6h04 - em Coronavirus

Prefeitura de São Paulo pagará até R$ 3,6 mil para profissionais realizarem vistorias de imóveis para creche

Edital de credenciamento está aberto para toda cidade e dará continuidade a política de abertura de vagas em creche. Empresas também poderão prestar o serviço

Publicado em: 08/07/2020 2h26 - em Secretaria Municipal de Educação

Projeto CEU Amigo do Coração conscientiza comunidade sobre importância do autocuidado

Com foco no período de distanciamento social ação trabalha com três pilares: atividades físicas, alimentação saudável e cuidado com as emoções

Publicado em: 07/07/2020 3h10 - em Centro Educacional Unificado

1 2 3 1.043