• Ir para Facebook da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
  • Ir para Instagram da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
  • Ir para Twitter da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
  • Ir para YouTube da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo

Notícias

Mais de 400 mil estudantes vão às urnas para eleição de Grêmio Estudantil

Diretorias receberão R$ 5 mil para serem investidos nas próprias Escolas

Publicado em: 06/08/2019 16h38 | Atualizado em: 21/10/2019
Estudantes sentados em semi círculo. Um deles está com o braço levantado e parece estar falando

A gestão democrática nas Escolas de Ensino Fundamental (EMEFs) e Ensino Médio (EMEFMs) está cada vez mais presente no cotidiano dos estudantes, pais e educadores das unidades que fazem parte da Secretaria Municipal de Educação (SME). Até quarta-feira (07) mais de 400 mil alunos, de 500 Escolas, vão às urnas e terão a oportunidade de escolherem seus representantes. As propostas das chapas gremistas foram analisadas em todas as unidades escolares e até o dia 12 de agosto todas devem formalizar a posse das diretorias eleitas.

O movimento para a constituição dos Grêmios começou em maio com a sensibilização dos diretores e diretoras das Escolas para que fomentassem o protagonismo estudantil. Com isso, em junho, ocorreu a eleição dos representantes de classe, as inscrições para a Comissão Eleitoral e a organização das chapas eleitorais em todas as unidades da SME.

O período de campanha eleitoral das chapas candidatas segue até terça-feira (06). A tão aguardada eleição ocorre na quarta-feira (07) e no dia seguinte é iniciada a apuração. Os resultados serão divulgados na sexta-feira (09) com a possibilidade de pleito eleito ou de abertura de 2º turno de eleições. A previsão é que a posse da diretoria eleita ocorra na segunda-feira (12).

Cada Grêmio receberá R$ 5 mil, junto com a direção da unidade escolar, decidir onde investir o dinheiro. O anúncio foi feito pelo prefeito Bruno Covas e o repasse acontecerá ainda em 2019. A medida descentraliza o recurso público e fomenta o protagonismo dos estudantes. A transferência será feita via Programa de Transferência de Recursos Financeiros (PTRF) e cada valor estará destinado para uma atividade específica.

“O Grêmio Estudantil é uma das primeiras oportunidades que os jovens têm de participar da sociedade democrática. Com o Grêmio, os alunos têm voz na administração da escola, apresentando suas ideias e opiniões”, diz a Coordenadora da Coordenadoria dos Centros Educacionais Unificados e da Educação Integral (COCEU) Rafaela Burti.

Movimentação na Rede

Na EMEF Maria Cristina Tartaglia Sena, que fica no Centro Educacional Unificado (CEU) Parque Bristol, o processo de eleição está com força total. Os estudantes já montaram as suas chapas, formalizaram as propostas e já estão em campanha eleitoral. Três professores orientam o processo, que envolve cerca de 100 estudantes, divididos em sete chapas com alunos do 6º ao 8º ano. Os jovens que cursam o 9º ano não podem fazem parte das chapas por que em 2020 estarão em outra unidade escolar, no entanto, estão envolvidos em todo o processo como articuladores das propostas e organizadores.

O Diretor da Escola, Renato Hideo Caetano, conta que a participação dos estudantes está muito interessante e que vem despertando maior entendimento e reflexão sobre os processos políticos. “Os estudantes perceberam que, para conseguir votos, as chapas necessitam de representatividade e que é importante que tenha membros de diversas séries e turmas, para que os votantes sintam-se representados e deem o voto de confiança”, enfatiza o gestor.

Para o professor de História, Rodrigo Luís de Oliveira, é perceptível o grande interesse dos estudantes que apresentam menor rendimento ou interesse nas aulas. “Mudou bastante a forma como eles estão interagindo no ambiente escolar – estão mais respeitosos – penso que agora eles percebem que é possível mudar algo e que antes não sabiam como propor”, destaca o educador, que é um dos orientadores do processo eleitoral juntamente com as professoras Ana Cristina de Freitas e Adriana Dias de Deus.

A escola possui cerca de 1 mil crianças e adolescentes matriculados que cursam do 1º ao 9º ano. A eleição ocorre no dia 8 de agosto por meio de urna física e dois tipo de cédulas, uma ilustrada para estudantes dos anos iniciais e uma convencional para os estudantes maiores.

ir para portal.sme

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Educação municipal abre novas inscrições para o primeiro Torneio Online de Xadrez

Estudantes, ex-alunos e professores da rede municipal que ainda não estejam participando do torneio podem se inscrever até 10 de junho; Competição virtual inicia no dia 12

Publicado em: 05/06/2020 4h16 - em Jogos de Tabuleiro

Secretaria Municipal de Educação divulga material para orientar famílias e estudantes no convívio diário em tempos de pandemia

Material didático ilustrado e produzido pela Parceria Global para o Fim da Violência orienta famílias e estudantes neste período de interação em casa

Publicado em: 05/06/2020 4h01 - em Secretaria Municipal de Educação

Prefeitura de São Paulo amplia em 71% cobertura do cartão alimentação para estudantes da Rede Municipal

Benefício será estendido para mais 250 mil estudantes, totalizando 600 mil alunos da cidade de São Paulo

Publicado em: 04/06/2020 12h41 - em Alimentação Escolar

Secretaria Municipal de Educação promove a segunda edição do livro de contos produzidos por estudantes do ensino fundamental

Prazo de inscrição prorrogado até 4 de setembro, com alterações no regulamento devido à situação de distanciamento social

Publicado em: 03/06/2020 12h40 - em Ensino Fundamental e Médio

Covid – 19 (Coronavírus): 128 Escolas Municipais participam da terceira fase da Campanha de Vacinação

Unidades Educacionais foram cedidas à Secretaria Municipal da Saúde para imunização da população

Publicado em: 02/06/2020 4h53 - em Coronavirus

1 2 3 1.037