• Ir para Facebook da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
  • Ir para Instagram da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
  • Ir para Twitter da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
  • Ir para YouTube da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo

Coordenadoria dos Centros Educacionais Unificados e da Educação Integral – COCEU

A Coordenadoria dos Centros Educacionais Unificados e da Educação Integral (COCEU) é o departamento na Secretaria Municipal de Educação, responsável pelo planejamento e execução dos programas e ações nos CEUs da cidade de São Paulo. Além disso, a COCEU também tem a tarefa de desenvolver ações de educação, cultura, esporte e lazer como forma de aumentar a qualidade social da educação como:

  • Ações de formação continuada dos profissionais que atuam nos CEUs;
  • Ações voltadas à gestão democrática no Sistema Municipal de Ensino, como os Grêmios Estudantis e Conselhos de Escola;
  • Programas e ações voltados à saúde escolar;
  • Conectar e fortalecer a rede de proteção social em atenção aos educandos em situação de vulnerabilidade.

Divisão Divisão de Articulação Pedagógica - DIAP

A Divisão de Articulação Pedagógica -DIAP é responsável pela promoção e orientação das ações nos Centros Educacionais Unificados – CEUs e nos Centros de Educação e Cultura Indígena -CECIs. Além disso, a DIAP em parceria com a Coordenadoria Pedagógica -COPED, apoia o planejamento das ações pedagógicas nas escolas da Rede Municipal de Ensino, além de formular e implementar os programas e projetos interdisciplinares e para além do período do estudante em sala de aula.

Conheça as principais ações e programas promovidos por DIAP:

  • Recreio nas Férias

Oferece atividades recreativas, esportivas e culturais às crianças de 4 a 14 anos no período de férias e recesso escolar. Atualmente, aproximadamente 41 mil crianças e adolescentes participam das suas duas edições em janeiro e julho.

  • Extensão de Jornada

Oferta de atividades culturais, recreativas e de lazer, entre março e novembro, para a ampliação do período do estudante na escola. Número de participantes: 24 mil estudantes.

  • Visitas Monitoradas

Com o objetivo de ampliar e diversificar as possibilidades de acesso à cultura, os estudantes visitam diversos equipamentos culturais na cidade de São Paulo como museus, teatros, exposições.

  • Educação Musical

Em parceria com o Instituto Baccarelli, a COCEU oferece educação musical no território de Heliópolis. São aproximadamente 440 educandos que têm aulas de instrumentos, prática orquestral e coral.

  • Jogos de Tabuleiro

Introdução da prática de jogos de tabuleiro na Rede Municipal de Ensino, a partir da formação de professores, resultando em festivais regionais e centrais de cada modalidade (Mancala, Go, Xadrez e Onça). O número de participantes nos cursos foi de 1080 professores e 25 mil estudantes.

  • Premiação Professor em Destaque e Homenagem ao Professor, Analista e Apoio Emérito

Homenagem aos professores que se destacaram com projetos que contribuíram com a educação na cidade de São Paulo. Número de participantes foi de 780 professores.

  • Parceria com Escolas Técnicas – ETEC e Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – SENAC

ETEC – Cursos profissionalizantes que acontecem em 21 CEUs, com duração de 18 meses, atendendo 3.412 educandos.

SENAC – Cursos rápidos profissionalizantes que acontecem em 4 CEUs, em diferentes regiões da cidade, atendendo 131 educandos.

  • Parcerias com outras Secretarias

 Virada Inclusiva: Oficinas e Vivências Esportivas e Culturais concentradas num único final de semana e com foco nas pessoas com deficiência – Parceria com Divisão de Esporte, Corpo e Movimento – DIESP. Aconteceu no 45 CEUs, com a participação de 15.495 pessoas, no mês de dezembro.

Virada Sustentável: Movimento de articulação entre pessoas, grupos e instituições, públicas e privadas, que tenham em comum o objetivo de melhorar a sociedade e o meio ambiente a partir de uma visão alegre e inspiradora da sustentabilidade por meio de atividades culturais que acontecem nos CEUs de São Paulo no mês de agosto.

Divisão de Cultura - DIAC

A Divisão de Cultura tem a atribuição de formular e implementar os programas e projetos de cidadania cultural e as ações culturais realizadas nos Centros Educacionais Unificados (CEUs) e nos Centros de Educação e Cultura Indígena (CECIs), em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura. Além disso, a DIAC é responsável pela promoção das ações que ampliem a divulgação e valorização das linguagens culturais periféricas.

As atividades artísticas realizadas nos CEUs têm o objetivo de ampliar a integração entre a educação e cultura na cidade de São Paulo, bem como as ações e projetos de difusão cultural nos Centros Educacionais Unificados – CEUs. A Programação Cultural nos CEUs promove atividades relacionadas à arte, tais como literatura, dramaturgia, dança e música, estimulando a cultura de formação de público e as produções artísticas da comunidade local, assim como dando assistência e incentivando culturalmente a região através da cultura.

Divisão de Esporte, Corpo e Movimento - DIESP

A Secretaria Municipal de Educação implementa, promove e acompanha o esporte em suas diferentes manifestações ao longo da sua história como principal elemento de desenvolvimento educacional e da iniciação esportiva na cidade.

A Divisão de Esporte, Corpo e Movimento – DIESP tem as seguintes atribuições: formular, implementar, acompanhar e avaliar programas e projetos relacionados a movimento humano, esporte, dança, ginástica, jogos e brincadeiras.

As ações de formação e desenvolvimento da cultura esportiva são realizadas para estudantes, profissionais da SME e comunidade dos CEUs.

A nosso principal ação é a realização das Olimpíadas Estudantis e InterCEUs que anualmente conta com 100 mil participações de estudantes das EMEFs e CEUs, competição com 12 modalidades esportivas nas 13 Diretorias Regionais de Ensino.

Para contextualizar o fenômeno esporte na educação, são promovidas formações de Coordenadores de Esportes, Professores de Educação Física e Analistas de Informações, Cultura e Desporto dos CEUs, com abordagem sociocultural, de aprimoramento técnico pedagógico buscando a reflexão da prática e ampliação do olhar. Projetos como CEU Olímpico, Prata da Casa, Jogos Regionais do Idoso, Esporte Paralímpico, trazem a possibilidade da vivência da prática esportiva como direito e importante parceiro educacional.

Divisão de Gestão Democrática e Programas Intersecretariais - DIGP

A Divisão de Gestão Democrática e Programas Intersecretariais atua em parceria com outros setores da Secretaria Municipal de Educação, outras Secretarias e Instituições da Sociedade com o objetivo de melhorar o aprendizado relacionado à educação em direitos humanos, democracia participativa, cidadania, promoção da saúde e bem-estar físico, mental e social, buscando o desenvolvimento sustentável e da cultura de paz e não violência.

Por meio de suas ações, a DIGP garante o que o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) estabelece em seu 4º artigo, quando destaca que “É dever […] do poder público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação […] à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária” e o que o Currículo da Cidade orienta, sob a perspectiva de uma Educação Integral concreta que se estende em todos os âmbitos que constituem a vida das crianças, adolescentes e jovens da cidade de São Paulo, no objetivo fundamental de educar, com qualidade, de modo amplo e integral na formação de cidadãos e cidadãs.

Conheça algumas das principais ações da DIGP:

  • Grêmio Estudantil

O Grêmio Estudantil é a representação de todos os estudantes matriculados na respectiva unidade educacional. A implementação dos Grêmios Estudantis em todas as Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEFs), Centro Integrado de Educação de Jovens e Adultos  (CIEJAs) e Escolas Municipais de Educação Bilíngue para Surdos (EMEBs) da Rede Municipal de Ensino da Cidade de São Paulo, garante a prática do protagonismo dos estudantes e sua participação atuante na tomada de decisões, na prática de uma gestão horizontal e na construção coletiva de uma educação de qualidade e cidadã em toda a cidade, considerando suas características e necessidades.

Programa Saúde na Escola (PSE) tem o foco na conexão da educação com a saúde, proporcionando melhoria da qualidade de vida da população brasileira. O principal objetivo é contribuir para a formação dos estudantes por meio de ações de promoção, prevenção e atenção à saúde, com vistas ao enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças e jovens da rede pública de ensino.

O Programa é desenvolvido através de 12 ações conforme necessidade e planejamento territorial que são: atualização vacinal dos estudantes; alimentação saudável e prevenção da obesidade infantil; ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti; avaliação de Saúde Bucal; saúde ocular e saúde auditiva; prevenção das violências e dos acidentes; identificação de sinais de agravos de doenças em eliminação; prevenção ao uso de álcool, tabaco, crack e outras drogas; realização de práticas corporais, da atividade física e do lazer; prevenção de DST/AIDS e orientação sobre direito sexual e reprodutivo; e promoção da cultura de paz, cidadania e direitos humanos.

  • Comissão de Mediação de Conflitos

A Educação em Direitos Humanos é um processo de formação que promove reflexões sobre as experiências vivenciadas pela população, sobretudo no universo educacional, com vistas a garantir aos indivíduos vivências de respeito mútuo.  Sendo assim, se faz necessário o exercício de praticá-la diariamente e é nesse sentido que as Comissões de Mediação de Conflitos nas Unidades Educacionais da Rede Municipal de Ensino do município de São Paulo têm trabalhado, utilizando uma estratégia de política pública integrada que objetiva à melhoria das aprendizagens e à cultura de paz, sendo promovidas em parceria entre a Secretaria Municipal da Educação e o Instituto Vladimir Herzog, por meio do “Projeto Respeitar é Preciso!”.

 

  • Programa #Tamojunto

Programa Federal de prevenção ao uso de álcool, tabaco e drogas que busca construir junto aos adolescentes habilidades de vida e recursos específicos para que aprendam a lidar com as influências sociais, desconstruindo crenças, sustentando-se em reflexões sobre os contextos de uso e conhecimento sobre drogas e suas consequências à saúde.

 

  • Programa Visão do Futuro

Programa realizado em parceria com a Secretaria Estadual de Educação e Secretaria Municipal da Saúde, ele é destinado à prevenção e recuperação da saúde ocular dos estudantes do 1º ano do Ensino Fundamental da rede pública municipal e estadual de ensino. Nele, o estudante é encaminhado gratuitamente à consulta, atendimento especializado e prescrição de óculos caso seja necessário. No 2º ano ele é reencaminhado para reavaliação ocular.

AÇÕES EM DESTAQUE