• Ir para Facebook da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
  • Ir para Instagram da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
  • Ir para Twitter da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
  • Ir para YouTube da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo

Notícias

Confira as Portarias para o desenvolvimento de Projetos Educacionais na Rede Municipal de Ensino de São Paulo

Ação visa auxiliar professores da Rede Municipal na elaboração de projetos a serem desenvolvidos nas unidades escolares com os estudantes

Publicado em: 13/02/2020 17h43 | Atualizado em: 13/02/2020
Imagem com ilustração de um professor e ao fundo uma escola com a frase "Pensando em Elaborar um projeto na escola? Confira as principais portarias que orientam as atividades."

Com intuito de auxiliar os professores da Rede Municipal de Ensino na elaboração de projetos a serem desenvolvidos nas unidades escolares com os estudantes, a Secretaria Municipal de Educação (SME) indica as portarias gerais e específicas que orientam as etapas de desenvolvimento da proposta pedagógica a ser elaborada para apreciação da equipe escolar.

Membros da unidade que formam o Conselho Escolar analisam o projeto escrito pelo professor de acordo com os moldes da portaria referente ao tema que pretende desenvolver. A iniciativa precisa ser homologada pela supervisão escolar para ter início na unidade educacional.

Os projetos acontecem no período de extensão da jornada escolar dos estudantes, onde os professores podem escolher os dias e horários em que serão desenvolvidas as atividades.

As atividades do projeto desenvolvidas fora do horário de aula do professor são remuneradas com Jornada Especial de Hora Aula Excedente (JEX), atividade com os estudantes, e  Jornada Especial Hora-Trabalho Excedente (TEX), um momento destinado para o professor planejar suas ações e organizar atividades, sem os estudantes.

Outro benefício ao desenvolver um projeto na escola é a possibilidade de gerar pontuação para evolução funcional do servidor de acordo com o número de horas apresentadas no projeto. É necessário que o professor leia atentamente a portaria referente ao projeto que pretende desenvolver, pois cada uma apresenta regulamentações e formas específicas de funcionamento.

Anualmente, no mês de novembro, todos os projetos passam por uma avaliação dos membros que compõem o Conselho Escolar da unidade, esse processo é chamado de referendo, onde o professor responsável pelas atividades tem a oportunidade de dialogar com a comunidade, expondo as principais etapas e resultados alcançados com estudantes.  Para ter continuidade no ano posterior, o projeto necessita ser aprovado, pelo Conselho Escolar.

Acesse, abaixo, algumas das principais portarias de projetos da Secretaria Municipal de Educação (SME):

Instrução normativa SME nº 21 de 19 de agosto de 2019 (abre link externo) – reorienta o Programa “São Paulo Integral – SPI” nas Escolas Municipais de Educação Infantil – EMEIs, Escolas Municipais de Ensino Fundamental – EMEFs, Escolas Municipais de Ensino Fundamental e Médio – EMEFMs, Escolas Municipais de Educação Bilíngue para Surdos – EMEBSs e nos Centros Educacionais Unificados – CEUs da Rede Municipal de Ensino e dá outras providências.

Portaria nº 5.930, de 14 de outubro de 2013 (abre link externo) – Programa de Reorganização Curricular e Administrativa, Ampliação e Fortalecimento da Rede Municipal de Ensino de São Paulo – Mais Educação São Paulo.

Portaria 7.240 de 21 de outubro de 2016 (abre link externo) – Institui o Programa “Jogos de Tabuleiro”, nas Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs), Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEFs), Escolas Municipais de Educação Bilíngue para Surdos (EMEBSs), Escolas Municipais de Ensino Fundamental e Médio (EMEFMs), Centros Integrados de Educação de Jovens e Adultos (CIEJAs) e Centros Educacionais Unificados (CEUs), da Rede Municipal de Ensino.

Portaria 4.359, de 1 de agosto de 2014 (abre link externo)– Institui o Projeto AdoLêSer nas Salas de Leitura das Unidades Educacionais da Rede Municipal de Ensino, integrando o Programa Mais Educação São Paulo e dá outras providências.

Portaria 8.699, de 30 de dezembro de 2016 (abre link externo) – Institui o Programa Robótica Criativa nas Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEFs), nas Escolas de Ensino Fundamental e Médio (EMEFMs), nas Escolas Municipais de Educação Bilíngue para Surdos (EMEBSs) e nos Centros Integrados de Educação de Jovens e Adultos (CIEJAs), e dá outras providências.

Portaria 1.997, de 19 de março de 2009 (abre link externo) – Institui o Programa Aluno-Monitor nas Unidades Educacionais da Rede Municipal de Ensino.

Portaria 7.991, de 13 de dezembro de 2016 (abre link externo) – Normas Complementares e Procedimentos para a Implantação do Programa Imprensa Jovem.

Portaria 5.792, de 14 de dezembro de 2009 (abre link externo) – Define normas e procedimentos para a implementação do Programa nas Ondas do Rádio, nas Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs), Escolas Municipais de Ensino Fundamental – (EMEFs), Centros Integrados de Educação de Jovens e Adultos (CIEJAs), Escolas Municipais de Educação Especial (EMEEs), Escolas Municipais de Ensino Fundamental e Médio – (EMEFMs), e dá outras providências.

Portaria 5.296, de 14 de agosto de 2015 (abre link externo) – Institui o Projeto Academia Estudantil de Letras nas Unidades Educacionais que mantêm o Ensino Fundamental e o Ensino Médio da Rede Municipal de Ensino, define normas e procedimentos para a sua implementação.

Portaria 2.419, de 15 de abril de 2009 (abre link externo) – Institui o Programa Incentivo ao Esporte Escolar nas Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEFs) e de Ensino Fundamental e Médio (EMEFMs) da Rede Municipal de Ensino.

Portaria 5.877, de 7 de outubro de 2014 (abre link externo)Projetos de Línguas Estrangeiras nas Unidades Educacionais da Rede Municipal de Ensino e estabelece critérios e procedimentos para o seu desenvolvimento.

Instrução Normativa SME nº 32, de 31 de outubro 2019 (abre link externo) – Dispõe sobre a reorganização do Projeto de Apoio Pedagógico – Recuperação de Aprendizagens, sobre a função de Professor de Apoio Pedagógico – PAP.

ir para Academia Estudantil de Letrasir para Diretoria Regional de Educação Butantãir para Diretoria Regional de Educação Campo Limpoir para Diretoria Regional de Educação Capela do Socorroir para Diretoria Regional de Educação Freguesia/Brasilândiair para Diretoria Regional de Educação Guaianasesir para Diretoria Regional de Educação Ipirangair para Diretoria Regional de Educação Itaquerair para Diretoria Regional de Educação Jaçanã/Tremembéir para Diretoria Regional de Educação Penhair para Diretoria Regional de Educação Piritubair para Diretoria Regional de Educação Santo Amaroir para Diretoria Regional de Educação São Mateusir para Diretoria Regional de Educação São Miguelir para Educomunicaçãoir para Estudantesir para Programas e Projetosir para Secretaria Municipal de Educação

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Estudantes e Professores da Rede Municipal participam de curso online para combater as “Fake News”

Curso 100% gratuito terá início na próxima quarta-feira (8), e será oferecido por instituições parceiras com apoio do Programa Imprensa Jovem

Publicado em: 07/04/2020 2h21 - em Imprensa Jovem

Atualização de endereço para entrega de matérias e conteúdos pedagógicos

Material começa a ser entregue a partir de 13 de abril nos endereços cadastrados

Publicado em: 07/04/2020 11h53 - em Coronavirus

Secretaria Municipal de Educação disponibilizará acesso a conteúdos pedagógicos a cerca 1 milhão de estudantes de São Paulo

Iniciativa de aprendizagem integra ações para os diversos níveis de ensino, propondo atividades específicas até para o Ensino Infantil

Publicado em: 03/04/2020 1h57 - em Coronavirus

Prefeitura de São Paulo irá repassar R$ 24 milhões para famílias adquirirem alimentos em casa

Empresa Alelo será responsável pela gestão dos cartões; Valor faz parte do Programa Alimentação Escolar e será encaminhado para 350 mil crianças matriculadas na rede municipal de São Paulo

Publicado em: 02/04/2020 12h50 - em Alimentação Escolar

Secretaria Municipal de Educação envia mais de 10 toneladas de mantimentos ao Banco de Alimentos da cidade de São Paulo

Produtos foram enviados às Escolas Municipais e seriam utilizados no preparo da merenda dos estudantes

Publicado em: 01/04/2020 10h41 - em Coronavirus

1 2 3 1.030